Select Page

Bomboémia

SimboloOs Bomboémia são um grupo musical da Universidade do Minho que luta diariamente pela divulgação e defesa das tradições minhotas. A existência deste grupo deriva da reestruturação do Grupo de cabeçudos, gigantones e Zés ‐ pereiras, que em Portugal está ligada a festas do Corpus Christi (Corpo de Deus), as mais importantes e mais solenes de todas as que se realizavam em Portugal.
Integrados na ARCUM, os “laranjinhas”, como são acarinhadamente chamados por quem os conhece, são um dos projectos mais interessantes nascidos no seio da Universidade do Minho pelos seus estudantes. Com imensos sonhos na manga, este grupo pretende ser sempre inovador. Ao ritmo de bombos, caixas, timbalões, tarolas, d´jambés, bidões, latas e até
sininhos, os Bomboémia são, provavelmente, a malta mais “acelerada” da academia. Por este grupo já passaram imensos estudantes desde da sua reestruturação e actualmente, com cerca de 35 elementos no activo, querem fazer‐se ouvir cada vez mais alto e ao melhor nível. As suas aparições são detectáveis de bem longe. Em Braga abrem sempre o cortejo e o recinto das monumentais festas do Enterro da Gata e a Latada, mas é no dia 1 de Dezembro que fazem uma das suas apresentações de palco junto da academia. Outro ponto alto é o Festival Universitário de Música Popular (FUMP), do qual são co–organizadores. Trata‐se do único festival do género no panorama universitário nacional. O gosto continuado pela percussão e a vontade de se divertirem leva o grupo atravessar Portugal de lés a lés. Por Espanha também gostam de andar e já se fizeram ouvir pela Polónia, Irlanda e Tunísia.